Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Política

Bissau em Estado de Sítio

Guiné-Bissau: Bubo na Mira

Bissau – Nova movimentação militar na manhã desta segunda-feira, 26 de Dezembro, estando, neste momento, a cidade de Bissau em Estado de Sítio, com um tiroteio em curso, na zona do Quartel-general das Forças Armadas.

Dez dias após a aterragem em Jugudul, perto de Mansoa, de uma avioneta suspeita de transportar estupefacientes, cuja responsabilidade era, mais uma vez, atribuída a altas patentes militares, o CEMGFA António Indjai e o CEMA Bubo na Tchuto acusam-se mutuamente de serem os líderes da operação de narcotráfico.

Nesta madrugada, António Indjai acusou Bubo Na Tchuto de tentativa de homicídio e promoção de um Golpe de Estado. Em Bissau, o Quartel-General, em Amura, foi palco de troca de tiros entre militares, não havendo ainda notícia de vítimas.

No entanto, as tropas de Mansoa, fiéis ao CEMGFA António Indjai, estão a dirigir-se para Bissau, numa tentativa de evitar um banho de sangue aquando da detenção de Bubo na Tchuto, a qual pode ocorrer a qualquer momento.

No Estado-maior da Marinha, a situação é de passividade, não havendo sinais de resistência.

O Primeiro-Ministro, potencial alvo deste novo levantamento militar, ausentou-se da sua residência, actualmente sob protecção policial. Nas ruas da capital sente-se um ambiente tenso, estando a população a evitar circular.

(c) PNN Portuguese News Network

2011-12-26 12:58:54

MAIS ARTIGOS...
  Miguel Trovoada inicia contactos com as autoridades da Guiné-Bissau
  Guiné-Bissau: Novas autoridades «não vão permitir mais golpes no país»
  Guiné-Bissau: Governo acompanha encerramento das fronteiras
  Guiné-Bissau: Governo enfrenta dificuldades para travar abate de árvores
  Guiné-Bissau: Ministro da Administração Interna exonera Comissário Provincial da POP
  Guiné-Bissau: Ex-ministro das Pescas desvia grupo gerador
  Guiné-Bissau: Proibida aglomeração de pessoas nas cerimónias tradicionais
  Guiné-Bissau: PM cumpre sexta-feira de vistas a instituições públicas
  Guiné-Bissau: Presidente da Câmara de Bissau desmente ministro das Obras Públicas
  Guiné-Bissau: Crianças, grávidas e s idosos isentos do pagamento de consultas
  Governo da Guiné-Bissau suspende postos de controlo interno no país
  Guiné-Bissau proíbe abate de árvores e concessão de lotes nos arredores da capital

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
FRANCOIS CUSSUR KABI  2012-03-19 12:58:00
CONHECER A VERDADE,(2)SEGUNDO CRONICA 7:14,para o povo da GUINE-BISSAU.

Betmôn Na Fonta  2011-12-29 21:19:34
I.
De facto o grande culpado de tudo isso, foi Amilcar Cabral. Senghor, ex-presidente de Senegal e eminente sábio Africano, aconselhou-lhe, quando tomou iniciativa de travar luta armada contra colonialista português, a não pôr armas nas mãos dos analfabetos, porque depois para tirá-las não será fácil.
Na realidade, O Amilcar e outros muito poucos, foram para luta por amor a Guiné e seu povo, mas muitos dos seus camaradas de então, foram para mata fugindo da justiça portuguesa por crimes cometidos ou foram por interesses pessoais.
O exemplo claro quando muitos afirmam:"Quando fomos para mata buscar este país, onde é que vocês estavam?"! Isto quer dizer: eles foram para mata lutar durante 11 anos para tomar algo que os portugueses tinham na mão; depois de tomá-lo, agora pertence-lhes! Por isso fazem o que lhes dá na cabeça, porque são donos e nós, que não fomos a luta, somos rendeiros...


Quintino Yalá  2011-12-29 00:37:32
èpa!!! que pena nem pode imaginar os malantas de novo, não pede remendar outros etenias .

abo bo buru mal kuma pegaduris limaris gora..... ami i balamta ma n'ta fica mal...
bo ta prindi utru bo kata mata ele ma utru kilas na hora...
Obg..
Ma kinki faci és tudu i Assumane Mane , Si dissa ba bos ku NINo bo na odja ..
Mal ditos...


may  2011-12-28 14:11:06
credo -esse militares pensan quem somos nos burros como eles que nao entendem nada nada mesmo nao nos venhan dizer que esta porcaria e um golpe de estado si pensa que estao lidando com crianças ou com burros anafabetos como voces estao enganados estaomos fartos de voces fartos mesmo que so pensam em voces mesmos nao pensan no povo so querem enriquecer burros sem escrupulos sem dignidade o vosso dia ha de chegar deus e grande um dia deus ha de nos ajudar
burros ignorantes sem nocçao das coisas


daniel  2011-12-27 13:22:08
e triste pa so bia de kil um guintes que bim
n'ka sibi de kal lado pata puno so na borgonha d cada dia
terra que ka tene justeça e ta guvernado so pa bandidos
que sai fasy maratona ma deus que bos bo dia na tchiga
bona bai bo disano que no guine bissau


saturio gomes  2011-12-27 11:37:33
sou estudante em Brasil. essa o país que sinto orgulho de representa, com todo sacrifício vou voltar está precisando de homens de boa fé, visão, inteligente e que tem no minimo uma diploma. Não adianta recrutar homens para forças Armanda que mal sabe de código civil ou nem sabe escrever o nome, temos que escolher os estudantes com 18 anos, como fazem em todo países, excluindo dos países da africa, onde só recrutam as dos boa vontade mal sabem o que é uma sociedade ou a função de um militar. Se o militar tem função de defender das fronteiras, de guiné Bissau está para defender, escutar, aceitar comando de qualquer voluntario que quer seguir areá política, que quer enriquecer rapidamente.já basta se estamos estudando fora é por causa de destes seres, que não vêm o futuro, só querem mergulhar no presente.
Cabe a nós estudante e a população começar-nos uma revolta, para começar vamos ver história da ditadura militar no Brasil, se não fosse essas forças e rebeldia a ditadura não ia terminar. Eu sou numero nessa revolta não tenho medo de dar a minha vida para que o meus futuro irmãos tenha um Paz e alegria.


sana baio  2011-12-27 10:26:27
esta noticia suprendeu povo guineise em portugal mas tamos a pelar paz e tranquelidade para guine bissau espero que esto poso ser ultrapasado rapidamente porque guine jata dar um bom senais de aranque.

Eliezer  2011-12-27 04:49:16
Nossa!!!
Não é golpe de estado? Então é o que???
Brincadeira das crianças??
Esses filhos da puta não querem deixar Guiné em paz.


Joelhano Barbosa  2011-12-27 02:12:52
O que, mais uma vez, atormentou o país foi a consequência de uma política errada proveniente de um diagnóstico incompetente sobre os problemas do país.Uma sociedade onde não há Justiça tudo é previsível. Portanto, não me digam que este espectáculo degradante não era previsível.
Enquanto não houver uma política séria, protagonizada pelos políticos sérios e cujo objectivo é prossecução do interesse comum,infelizmente, o pior ainda está para vir.
A Justiça é alicerce de uma sociedade, ela nasce do conflito para o conflito, é através dela que se dirime o conflito.Este é consequência de escassez dos bens face as necessidades das pessoas, cada Homem é portador de vários interesses e como os bens são escassos, surgem sempre os conflitos de interesses, quando isso acontece, a Justiça deve ser chamada porque é a única capaz de apaziguar os conflitos e com isso restabelecer a ordem.
A paz é uma consequência da Justiça e não ao contrário; Não há reconciliação sem a Justiça. Por isso, não percebo como é que se pensa na Guiné-Bissau que, vai se conseguir a paz com a reconciliação sem a Justiça.
Enquanto não houver a institucionalização do poder em detrimento da sua pessoalização, não será fácil desenvolver uma política a longo prazo.
É urgente pôr um ponto final na certificação da ignorância das pessoas no país e refundar um novo sistema de ensino que dê competência as pessoas.Ora, tudo isso é possível alcançar.

Atentamente,
Joelhano.


Midana Domingos Gastao  2011-12-26 23:32:27
Sou Estudante Guineense em Marrocos!
onde esta espírito de patriotismo? onde esta civismo? onde esta o respeito pelo a democracia? e onde esta digamos inteligência guineense?
É bom que se tenha em conta e se diga aos guineenses que, mesmo confirmando a existência de petróleo, bauxite e fosfatos no país, a maior e a principal riqueza da Guiné-Bissau, são os guineenses!



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais